Desde CiJAM felicitamos a ITENE (“Instituto Tecnológico da Embalagem, Transporte e Logística”) por brindar-nos com a oportunidade de comprartir em um espaça tão representativo da capital do Túria, o Mercado Central de Valencia, um magnífico e interessante networking que tinha por título “Jornada e Exposição: da tradição à inovação”, celebrado nessa segunda-feira passada, 7 de março.

ITENE foi o responsável de organizar esse evento com o apoio do projeto europeu TRADEIT e com a colaboração do Mercat Central de Valencia, a Confederação de Comerciantes e Autonômos da Comunidade Valenciana (COVACO), a Federação Empresarial de Rastauração de Valencia (FEHV) e a Plataforma Tecnológica Espanhola de alimentos Food for Life.

Mais de 70 PMEs do setor da restauração e de catering – de acordo com a organização e a qual CIJAM assistimos – participaram desse encontro para escutar e compartir experiências empresariais através dos casos que os diferentes exponentes apresentaram aos assistentes os desafíos da inovação no setor tradicional. O objetivo: a aplicação dos mesmos nos seus negócios como uma oportunidade para crescer em um entorno cada vez mais competitivo.

Durante la presentación de la Jornada 'De la tradición a la innovación'Durante la presentación de la Jornada 'De la tradición a la innovación', lunes 7 de marzo, en el Mercat Central de Valencia. 
Foto: ITENE

Essa jornada se enquadra no projeto TRADEIT, que apoia as PMEs que elaboram alimentos de menira tradicionasl e aos investigadores da alimenteção uqe se baseiam na inovação e transferência de tecnología para aumentar a competitividade e a sustentabilidade das pequenas empresas da Europa.

Para isso, TRADEIT, através de nove centros de transferência tecnológica regiaonais, organiza diferentes atividades dirigidas a aumentar a competitividade das PMEs dos setores tradicionais da alimentação, em concreto no setor de carnes, lácteos e panificação-confeitaria.

Durante essa jornada conhecemos aspectos como as tendências do consumidor na alimentação tradicional; o prazer da gastronomía combinado com o equilíbrio da biodiversidade agroalimentar; o valor acrescentado com vantagem competitiva de um negócio; a necessidade de controlar fatores de informação ou ferramentas para analizar a copetitividade e detetar oportunidades; a inovação no canal de distribuição desde um modelo de venda online e a aposta por uma organização saudável que cria resultados positivos na restabilidade e produtividade do negócio.

Incluso se abordou um exemplo de êxito sobre como inovar no setor tradicional, que é o caso de “Raza Nostra”. O diretor-gerente, Carlos Rodríguez, compartiu a experiência dessa empresa de carnes que conseguiu criar um produto d evlaor em forma de hamburguer, a partir de carne de primeira qualidade e um conceito de marca bem determinado.

Desde CIJAM nos somamos com nossas soluções informáticas a contribuir a cada um dos desafíos de inovação tecnológica resultem benificiosos para a reputação dos nossos clientes, seja do setor de Carnes, agroalimentar y ou que utilizem outras soluções CIJAM.